Aquilo que recebe energia e nosso foco de atenção é o que terá um resultado otimizado. Você já observou a realidade desta afirmação, na prática? O nosso sistema de pensamento é bombardeado de informações e o cérebro, com o interesse de nos ajudar, vai filtrando e preservando os temas que têm merecido maior atenção. Você se irrita muito com uma situação e vive pensando nisto? Sinto informar que este item está ficando entre as informações mais buscadas e a sua própria memória vai fazer o possível para colocá-lo em destaque pra você.

Para embalar a leitura deste texto, sugiro você ouvir:
Better Way (Ben Harper)

Breve sequência para um mini-caos

Quando a gente mal abre os olhos e pensa: ai, hoje vai ser um dia terrível. Infelizmente, foi aceso um pavio de confusões que pode queimar até o fim do dia, provocando muito estresse, ou pior, continuar no dia seguinte, porque o ponto focal se torna as situações negativas. “Eu! Não, eu!” Quando acordo e visualizo uma fila de tarefas gritando assim, ou respiro fundo e me tranquilizo para conseguir realizá-las da melhor maneira, ou me deixo sufocar pela urgência.

Se o café pinga na camisa branca e a importância disso é maior do que o sabor do café. Provavelmente, a mão vai tremer, o rímel vai borrar, o pé enroscar no tapete, o tanto de atraso vai levar a uma menor disposição para ceder a vez no trânsito, e se alguém apenas buzinar a irritação pode piorar. Quanto mais a atenção vai para a peça do dominó que caiu, só resta olhar a sequência toda desmoronar. Este mini-caos pode achatar o seu bom humor e quando alguém chegar com um animado bom dia é provável que responda: bom dia pra quem?

Focar no problema também é receita para discussões sem fim. Quem nunca se envolveu numa conversa em que o foco foi no apontar mais aquele e aquele outro item errado, e o diálogo virou bate-boca? A situação pode se tornar tão surreal, com tantos novos elementos ruins sendo buscados, que termina numa briga onde ambos não conseguem descobrir exatamente o motivo inicial, mas estarão exauridos e sem uma solução.

Retomando o controle

O que fazer então, quando o sangue começa a ferver? Tente se afastar um pouco, e diminuir a necessidade de ataque. Sim, o forte não é o que grita, mas o que cala. E este calar não é apenas com outra pessoa, é em relação a nós mesmos envolvendo o que está acontecendo.

Caiu café na camisa branca de gola? Melhor pensar: acho que esta calça fica mais interessante com aquela blusa azul de decote V. Alguma coisa parece estar saindo do controle? Faça uma breve pausa, olhe o sol ou a chuva lá fora. Contemple um pássaro, uma flor nascendo, sorria pra si mesmo, mude o seu ponto focal da parte que te chacoalha para aquela que te acalma.

Acesso para a sincronicidade

Manter a positividade no foco da percepção traz resultados surpreendentes. Nesta parceria no Blog Feliz Vida Livre, eu e a Carla temos nos divertido muito e recebido, de braços abertos, arranjos do universo divino.

Celebração da série Segredo

Carla e Elair em celebração à série Segredo – 10 empreendedores falam sobre sua visão de sucesso

Com muita satisfação produzimos dez vídeos com empresários de diversos segmentos para inspirar pessoas a empreenderem chamada – Segredo: a série. Os entrevistados nos receberam com generosidade e o contentamento foi imenso com a série concluída.

No dia em que iniciamos a divulgação do primeiro dos 10 vídeos, a energia que já estava alta teve um plus! Recebemos a informação de que passamos a ser colunistas do site que tem o nome – O Segredo. Ficamos “adrenalinadas”, pois nos ajuda a levar mais longe os textos do aqui do Feliz Vida Livre com nossas sementes de alegria e sensações.

Seria uma simples coincidência? Mais do que isto, é sincronicidade. Reflete a vibração em felicidade que estamos vivendo. Continuamos com alguma dor de cabeça, preocupações e emoções a equilibrar todos os dias, mas nosso foco é alimentar o que faz nossa vida feliz. #felizvidalivre